segunda-feira, 23 de abril de 2012

VASCO vai à final da Taça Rio

Na mesma semana, Mengo caiu na Libertadores e no Carioca

NUM clássico emocionante, o Vasco derrotou o Flamengo por 3 a 2, neste domingo, no Engenhão, e se classificou para a final da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Assim, vai enfrentar no próximo domingo o Botafogo. E quem vencer o confronto, decidirá o título estadual na semana seguinte com o Fluminense, campeão do priomeiro turno.
 Confira! 

A eliminação do Flamengo deixa o técnico Joel Santana em situação insustentável na Gávea. Já o astro Ronaldinho Gaúcho deve definir nesta semana se continua no clube para a disputa do Campeonato Brasileiro - até o dia 20 de maio, quando estreia na competição, o time flamenguista não tem mais nenhum compromisso.
 
Vascão foi melhor
A superioridade do Vasco foi flagrante na maior parte do jogo, realizado num Engenhão com público reduzido - pouco mais de 20 mil pessoas. Com 19 minutos, o time já tinha criado dez oportunidades. Com rapidez, envolvia e dominava o Flamengo.
Mas o primeiro gol foi do Flamengo. Vagner Love abriu o placar logo no início, após passe preciso de Kleberson aos dois minutos. Éder Luís chegou ao empate aos 13, depois do goleiro Felipe rebater chute de outro Felipe, o meia do Vasco. O 1 a 1 não retratava o rolo compressor imposto pela equipe do técnico Cristóvão Borges.

Ainda no primeiro tempo, Felipe chutou de fora da área e colocou o Vasco em vantagem aos 40 minutos. Desordenado, o Flamengo buscava Ronaldinho Gaúcho para tentar uma reação. O meia, mais uma vez, teve atuação apenas razoável e foi incapaz de ajudar seu time a apagar a má impressão deixada pela eliminação precoce na Libertadores, duas semanas atrás.

Trombada e pênalti
Logo no começo do segundo tempo, Alecsandro trombou com o goleiro Felipe na área e o árbitro marcou pênalti. O meia Felipe, sempre ele, bateu com categoria e ampliou para o Vasco. Tudo levava a crer que se desenhava uma goleada vascaína. Mas Kleberson renovou a esperança da torcida do Flamengo com um gol bonito, num chute de longe aos sete minutos.

A partir daí, o Flamengo se empolgou, partiu para cima e deu espaços para os contra-ataques do Vasco. Joel Santana errou ao substituir o melhor do seu time, Kleberson, por Renato Abreu. A torcida reclamou. Com chances para os dois lados, o clássico ficou indefinido até o apito final do árbitro Marcelo de Lima Henrique. Mas a vitória foi mesmo vascaína. (Futebol Interior)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!