quarta-feira, 25 de abril de 2012

QUEM disse que o Barcelona era imbatível?


Foto: AFP
O CHELSEA está na final da Liga dos Campeões. E com méritos. Desculpe os que pensam de forma diferente, mas o time inglês mereceu chegar à decisão. O Barcelona, o poderoso Barça, ficou pelo caminho. Parou nas semifinais, deixando sua legião de fãs de boca aberta, pasmos com a ousadia inglesa.

Antes do jogo desta terça-feira, no Camp Nou, cravei que daria Chelsea. Eu tinha essa convicção, por isso resolvi escrever isso nas redes sociais. É claro que virei chacota, afinal o Barcelona tem Lionel Messi e um time maravilhoso.

O jogo começou, o resultado final veio e as minhas convicções se confirmaram. Entrar numa partida diante de outro gigante, no caso o Chelsea, com a missão de fazer dois gols de diferença é difícil. Muito difícil. Até mesmo para o Barcelona...

É verdade que o Barça foi melhor que o Chelsea nos dois jogos das semifinais. O time catalão pressionou nas duas partidas, mas parou no ferrolho armado pela equipe inglesa. O Chelsea assumiu sua inferioridade perante o rival e esse foi o primeiro passo para a vitória. Encarar o atual Barcelona de igual para igual é um suicídio e os ingleses sabiam disso.

Os mais passionais dizem: Ah, mas quanta injustiça...! O Barcelona foi melhor nos dois jogos e acabou eliminado...

É verdade, foi superior, mas ficou pelo caminho. E a classificação do Chelsea foi justa. Quando uma equipe adota uma tática, seja ela ofensiva ou defensiva, e consegue alcançar seu objetivo, ela também teve seus méritos. Por isso não se deve tirar o brilho do feito do Chelsea. E a eliminação do Barcelona tem de servir de exemplo para as demais equipes do planeta que não haviam conseguido até então parar o time catalão. Com exceção, é claro, da Inter de Milão, quando o time italiano era ainda comandado por José Mourinho.

O Barcelona teve todas as chances de se garantir na final. Até pênalti o melhor jogador do planeta, o camisa 10 Lionel Messi, perdeu, frustrando a torcida e sendo preponderante na eliminação da sua equipe. O argentino ainda acertou outra bola na trave, tentando em vão marcar os gols que colocariam o melhor time na decisão da Liga. Não teve jeito.

Futebol se ganha dentro de campo. São 90 minutos para decidir quem passa. Um ataca, o outro se defende. Ambos às vezes atacam... O futebol é cheio de alternativas. O Barcelona foi quem atacou. Já o Chelsea se defendeu. Mas conseguiu dois gols e eliminou o time da moda.

A Liga dos Campeões continua. Os ingleses estão na final. O Barça, desta vez, sobrou.

Real Madrid x Bayern de Munique


Apostei numa decisão espanhola na Liga, entre os dois maiores rivais: Barcelona x Real Madrid. Quebrei a cara. E acredito que errarei em 100% minha previsão, uma vez que na outra semifinal da Liga, que será disputada logo mais, entre Real x Bayer de Munique, em Madrid, o time alemão deve levar. Venceu o primeiro jogo por 2 a 1 e tem um ótimo time com todas as condições de segurar os merengues mesmo em seus domínios. Resta saber se o Bayern terá a mesma competência do Chelsea.

O Real é o favorito por jogar em casa e por precisar de uma vitória simples para ir à final. O Barça também era o favorito. O futebol é mágico por causa disso. Ninguém ganha na véspera. Nem o melhor. Nem Messi e Cia. A justiça passa longe do mundo da bola. Ainda bem...  (blog Salgueiro FC)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!