domingo, 25 de março de 2012

No Pará, Paysandu é o rei do século XXI

Bicolor tem dez títulos conquistados contra apenas cinco do Remo. vantagem também aparece no saldo de gols.


Ferreira da Costa
Do Amazônia Jornal

O PAISSANDU saiu na liderança e conquistou um "título" invejável em cima do rival, Remo, em campeonatos que contaram com a participação de ambos: é o time mais vitorioso do século XXI, com 10 títulos ganhos. O Papão conquistou 6 Campeonatos Paraenses (2001, 2002, 2003, 2005, 2006, 2009 e 2010), o Campeonato Brasileiro da Série B de 2001, que teve a participação do Clube do Remo, a II Copa Mais TV (fevereiro de 2001), a Copa Regional do Norte, em 2002, que também contou com o Leão, além do título do Torneio Internacional dos 90 Anos da Federação de Futebol do Suriname, em janeiro de 2011.

O Clube do Remo conquistou os títulos do Parazão de 2003, 2004, 2007 e 2008, além do Torneio Ama Belém, promoção da prefeitura, que teve a participação do bicolor, em dezembro de 2007.

Dessa maneira, no confronto direto entre os dois gigantes paraenses, no século XXI, o Paysandu leva vantagem até aqui, somando 10 títulos contra 5 do Clube do Remo.

A Série C de 2005, na qual o Remo foi vitorioso, não conta para essa estatística específica, pois não teve a participação do Paysandu. Do mesmo modo, a Copa dos Campeões do Brasil, de 2002, na qual o Papão foi o vencedor também não entra não entra nos cálculos, pois o Remo não tomou parte.

Duelos: Quarenta e seis jogos já foram disputados no século XXI entre Remo e Paysandu, computados amistosos e partidas oficiais, e o que se nota é um certo equilíbrio entre os rivais, tanto em termos de vitória quanto no saldo de gols assinalados no confronto direto. O Remo leva ligeira vantagem sobre o Papão em número de vitórias: foram 13 partidas vencidas pelo Leão e apenas 11 pelo Paysandu. O empate prevaleceu nesses 46 jogos e somaram 22. Foram assinalados 110 gols nessas 46 partidas, com uma média de 2,39 gols por jogo. O ataque do Paysandu foi mais produtivo, pois se venceu só 11 jogos - contra 13 dos azulinos - foi quem mais balançou as redes do adversário, com 56 gols, contra 54 gols do Leão Azul. Uma pequena diferença de 2 gols.

Tabus: As torcidas do Leão e do Papão adoram tabus, para gozar com a cara do adversário. Nesse período, iniciado em janeiro de 2001, aconteceram alguns "tabuzinhos". No início da temporada de 2001, o Paysandu sob a batuta do treinador Givanildo Oliveira, armou uma boa equipe no Paysandu e ficou 9 jogos sem perder para o Remo, incluindo-se aí duas goleadas de 4 a 0. O Leão reagiu e ficou 8 jogos sem perder para o Paysandu. Depois, o Remo estabeleceu uma nova série invicta, ficando 9 jogos sem perder para o rival.

Balão ficou com o posto de maior goleador, com 7 tentos marcados

Balão foi quem mais assinalou gols nesse espaço de quase 12 anos. O atacante marcou 4 gols vestindo a camisa do Remo, transferiu-se para o Paysandu e marcou mais 3 gols, totalizando 7 gols. Moisés, do Paysandu marcou 6 gols contra o Remo, na temporada de 2010. Foi negociado pelo Paysandu e não reeditou mais a sua fama de goleador em outras praças.


Confira os goleadores do Remo: Balão (4), Marlon (4), Marciano (3), Lenílson (3), Landu (3). Marcaram 2 gols, cada: Chicão, Gian, Maico Gaúcho, Alex Oliveira, Beto, Levy, Heliton, Landu. Marcaram 1 gol: Souza, Marcelo Soares, Ivo, Negretti, Carlos Walber, Rodrigo, Odair, Geraldo, André Barata, Izaías, Hélcio, Maurício, Garrinchinha, Leo Guerreiro, Ramon, Helinho, Samir, Fabrício, Velber, San, Marcelo Maciel, Rodrigo Dantas, Thiaguinho.

Veja os goleadores do Paysandu: Moisés (6), Albertinho (5), Robson (5), Zé Augusto (4), Gino (4), Jobson (3), Balão (3), Didi (2), Samuel (2), Trindade (2), Vandick (2). Anotaram 1 gol, cada: André Duarte, Marcos, Renatinho, Rodriguinho, Bernardo, Reinaldo, Zeziel, Cametá, Paulinho, Aldrovani, Samuel Lopes, Rafael Oliveira, Sandro, Vânderson, Fabrício, Bruno Rangel, Leandrinho, Heliton.


O treinador mais vitorioso nesse período foi Givanildo Oliveira, com 5 títulos conquistados, pelo Paysandu. O atleta mais laureado foi Zé Augusto (Paysandu), com 10 títulos.


PAYSANDU

Times Vencedores

01 - II Copa Mais TV - 2001 - Júlio César; Valentim (Gavião), Gino, Sérgio, Marquinhos; Sandro (Vânderson), Rogerinho (Luisinho), Trindade, Lecheva; Zé Augusto (Mauricio), Albertinho (Samuel). Técnicno: Givanildo Oliveira.

02 - Parazão 2001 - Júlio César; Gavião, Gino, Sérgio, André Duarte; Rogerinho, Sandro, Lecheva, Trindade (Vânderson); Albertinho (Vandick), Zé Augusto. Técnico: Givanildo Oliveira.

03 - Campeonato Brasileiro B - Júlio César; Valentim, Gino, Sérgio, Gavião; Sandro, Rogerinho, Lecheva (Vânderson), Jobson (Magnum); Albertinho, Vandick (Zé Augusto). Técnico: Givanildo Oliveira.

04 - Copa Regional do Norte - 2002 - Marcão; Marcos, Gino, Sérgio, Luis Fernando; Vânderson, Sandro, Waldomiro (Rogerinho), Jobson (Lecheva); Zé Augusto, Vandick (Velber). Técnico: Givanildo Oliveira.

05 - Parazão 2002 - Róbson; Marcos, Márcio, Sérgio, Luis Fernando; Vânderson, Rogerinho, Vélber, Trindade (Magnum); Albertinho (Zé Augusto), Waldomiro. Técnico: Givanildo Oliveira.

06 - Parazão 2005 - Ronaldo; Luis Paulo, Tanajura, Alex Pinho, renatinho; Vânderson, Sandro, Rodrigo (Donizete Amorim), Rodriguinho; Balão, Robson (Zé Augusto). Técnico: Sinomar Naves.

07 - Parazão 2006 - Ronaldo; Hugo, Marcelo Heleno (Júnior), Sílvio, Carlos Alberto; San, Augusto Maranhense (Jobson), Marcinho, Rogerinho (Alexandre Pinho); Balão (Zé Augusto), Robson. Técnico: Samuel Cândido.

08 - Parazão 2009 - Rafael Córdova; Alex Sandro (Reinaldo), Roni, Luciano, Aldivam; Dadá, Mael, Rossini, Zeziel; Zé Carlos (Zé Augusto), Velber (Balão). Técnico: Édson Gaúcho.

09 - Parazão 2010 - Alexandre Fávaro; Flávio Medina, Paulão, Leandro Camilo, Edinaldo (Zeziel); Tácio, Sandro, Fabrício (Alexandre), Thiago Potiguar; Bruno Rangel (Didi), Moisés (Zé Augusto). Técnico: Charles Guerreiro.

10 - Torneio Internacional de Paramaribo - Nei; Cláudio Allax (Sidny), Ari, Cristiano Laranjeira, Brayan (Adson); Billy (Vaninho), Alexandre Carioca, Alisson, Marquinhos (Heliton); Thiago Potiguar (Zé Augusto), Rafael Oliveira. Técnico: Sérgio Cosme.



CLUBE DO REMO

Times Vencedores 

01 - Parazão 2003 - Ivair; Moisés, Irituia, Augusto, Ferreti; Romeu, Chicão, Rodrigo, Helinho (André Barata); Ivan (Valderi), Gian. Técnico: Júlio César Leal.

02 - Parazão 2004 - Gilberto; Valdemir, Irituia, Sérgio, Rômulo; Fernando César (Jaílson), Márcio Belém, Gilmar (Rodrigo), Gian; Júnior Ferrim (Wiulson), Júnior Amorim. Técnico: Agnaldo de Jesus.

03 - Torneio Ama Belém 2007 - Weverton; Cicinho, Anelka, Da Silva, Robson; Mauricio Oliveira, Marlon, Levy (Rodrigo), Toninho (Diego); André Barata (Garrinchinha), Felipe Mamão. Técnico: Ronaldo Bagé.

04 - Parazão 2007 - Adriano; Lucas, Xavier, André Astorga, G. Silva (Julinho); Beto, Jobson, Alexandre, Élvis; Beá (Magrão), Landu (Luis Gustavo). Técnico: Samuel Cândido.

05 - Parazão 2008 - Adriano; Levy, Diego Barros, Da Silva, Marlon; Diego Maciel (Mauricio Oliveira), Ratinho, Ewerton, Lenílson; Maurício (Leo Guerreiro), Marcelo Maciel (Garrinchinha). Técnico: Artur Oliveira.

Título "invejável". Como é tendencioso esse jornalista, que nada falou sobre os 100% do título remista em 2004.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!