sábado, 19 de novembro de 2011

SÁLVIO Spínola renuncia à arbitragem



Getty Images)
Sálvio Spínola apitou a final da Copa América neste ano (Crédito: Getty Images)

DEPOIS de 917 jogos, 20 anos de carreira e os 8 últimos anos com o distintivo da Fifa, o árbitro Sálvio Spínola Fagundes Filho renunciou à arbitragem. Uma decisão surpreendente e preocupante. 

Logo após o último jogo entre Colômbia e Argentina, vencido pelos argentinos, Sálvio pediu que os árbitros assistentes fizessem um brinde com ele. Os auxiliares pensaram que o árbitro estava comemorando a boa atuação.  Não era. Com o rosto entristecido informou naquele momento quase solitário que estava encerrando a carreira. 

Sálvio informou à Conmebol da sua irrevogável decisão.  A CBF e os chefes da arbitragem brasileira já sabiam que o experiente árbitro “faria alguma coisa” . Ele já estava fora das últimas escalas.

Dentro de alguns dias, Sálvio Spínola promete esclarecer os reais motivos da sua decisão. Mas, já é possível garantir que são vários os componentes. Um deles: a intenção da CBF em tirar o “seu” escudo Fifa para atender o pedido de um influente político a favor de um apadrinhado.  Sálvio ainda poderia apitar os dois próximos anos.

Outro fator que serviu de gatilho para a renuncia foi não aceitar, digamos, pedidos e sugestões da comissão de arbitragem. Algo que ele repudia.
Agora, só resta ficar de olho nesse “jogo.” (Wanderley Nogueira)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!