quarta-feira, 2 de novembro de 2011

A INFÂNCIA do Santos



ANO QUE vem, como se sabe, o Santos completa 100 anos. Tomara que como tricampeão mundial.

E o professor de História Gabriel Davi Pierin, pela Realejo Edições, proporciona não apenas ao torcedor do clube, mas aos amantes do futebol e da História do país, uma viagem pelo tempo. 

O Nascimento de um Gigante chega às livrarias de todo o país neste mês novembro. 

O autor, filho do goleiro Lalá que veio do Paraná para defender o Santos entre 1959 e 1962, passeia, em 128 páginas, por momentos fundamentais do nascimento do clube. 

Com a paixão pelo Santos  presente no DNA e o conhecimento adquirido no bacharelado em História, Pierin optou por um caminho contrário àquele geralmente abordado e mais popular, que seria retratar o período das grandes conquistas, a Era Pelé. 

Assim, ele dá ao leitor a chance de conhecer uma época menos comentada da agremiação. 

“Não era especificamente sobre títulos, grandes jogos, resultados e gols que eu queria tratar. Tampouco ser redundante. O objetivo desse trabalho foi demonstrar as bases que o Santos construiu nos seus primeiros anos e que possibilitaram os grandes feitos futuros”, diz. 

Torcedor apaixonado, o brilhante jornalista e escritor José Roberto Torero assina o prefácio da obra.

“Ele (o livro) é como um daqueles álbuns de bebê, com seus primeiros dados e suas primeiras fotos. Um bebê que cresceu muito e se tornou uma lenda. (…) De quebra, o santista de Santos ainda descobrirá quem foram os homens que viraram nomes de rua e escola, como Ricardo Pinto e Porchat de Assis”. (blog do Juca Kfouri)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!