sexta-feira, 14 de outubro de 2011

PAISSANDU se divide entre a exclusão do Rio Branco e a força da torcida para encarar o CRB

JOGANDO em casa, o Paissandu tem cinco jogos e não sabe o que é perder. Nos dois primeiros jogos, estes que aconteceram no Mangueirão, foram empate com o Rio Branco-AC (1 a 1) e vitória por 2 a 1 sobre o rival paraense, Águia. Depois disso o Papao ainda venceu Luverdense (1 a 0), Araguaína (5 a 0) e América-RN (1 A 0). 

Desde que souberam da exclusão do Rio Branco no Quadrangular final, os jogadores do Papão adotaram um discurso de tristeza, já que a vitória sobre os acreanos, na segunda rodada da fase final, veio com muito esforço, com um gol já nos acréscimos no segundo tempo com Rafael Oliveira. O sentimento é notório em uma das declarações do técnico Edson Gaúcho. 

“O time está focado apenas para o CRB. Não cabe a nós resolver essas coisas. É o mesmo sentimento de indignação de quem trabalha. O Paissandu foi o único time que ganhou fora, como é que fica isso agora? Não adianta falar muito porque, se vier o Luverdense, o prejudicado somos nós”, comentou. 

Sobre o time que deverá mandar à campo, Edson Gaúcho resolveu alterar duas posições, todas elas no setor de meio-campo. Se Vânderson entra na vaga de Rodrigo Pontes, Juliano sai para a entrada de Robinho, que com o passar das rodadas vem ganhando mais chances nos jogos. 

Assim o provável Paysandu para encarar o CRB é: Alexandre Fávaro; Sidny, Márcio Santos, Leandro Camilo e Fábio Gaúcho; Vânderson, Daniel, Luciano Henrique e Robinho; Rafael Oliveira e Josiel. (Agência Futebol Interior)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!