segunda-feira, 10 de outubro de 2011

A OPINIÃO de Paulo Vinícius Coelho sobre o jogo de ontem do Corinthians

LÍDER do Brasileirão, o Corinthians precisa a partir de agora usar o elenco a seu favor, não contra si. 

Não é preciso ter pressa para ver Émerson, Liédson e principalmente Adriano em campo, como titulares.  

Especialmente neste momento em que o Corinthians reencontra o futebol das dez primeiras rodadas.

O primeiro tempo contra o Atlético Goianiense foi de candidato ao título, porque a equipe de Tite mostrou duas características que havia perdido. 1. movimentação no ataque; 2. marcação por pressão.

Alex, posicionado como centroavante, e Danilo, como meia-armador, trocavam de posição, assim como William, que no segundo tempo ocupou a posição de Alex. Isso confunde a defesa adversária.

A pressão é característica das equipes de Tite, especialmente o Grêmio, campeão da Copa do Brasil de 2001, mas também o Internacional, campeão da Copa Sul-Americana de 2008.

Faltam dez rodadas e não é hora de cravar quem será o campeão -- a tabela impede que se faça isso.  

A boa novidade é que o Corinthians disputou suas duas últimas partidas como quem pode levantar a taça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!