terça-feira, 4 de outubro de 2011

NOVO presidente do Cruzeiro sonha com Luxa ou Felipão


De Vitor Birner 


O CRUZEIRO, que costuma ser forte, passa pela maior crise dos últimos anos.

Não conheço bem os bastidores da política do clube.  Por isso pedi ao amigo Mário Marra, que entende do assunto, um texto sobre Gilvan de Pinho Tavares, eleito nessa segunda-feira para a presidência da Raposa. Além de me fazer o favor, Marra trouxe a nova informação. 

Novo presidente do Cruzeiro sonha com Luxa ou Felipão
De Mário Marra 

O torcedor do Cruzeiro deve se perguntar se Gilvan de Pinho Tavares conhece o clube e a resposta é sim, ele conhece cada canto e cada grupo político do Cruzeiro.
O torcedor do Cruzeiro também deve querer saber qual é a grande virtude de Gilvan de Pinho Tavares e a resposta é que a imagem dele é altamente positiva. Gilvan é tido como um homem de respeito. 

Entretanto, a resposta que mais o torcedor gostaria de ouvir é se Gilvan está preparado para os espinhos do futebol e a resposta é não. 

O Cruzeiro vai experimentar uma gestão diferente. Durante longos anos, Zezé Perrella e Alvimar Perrella conduziram o clube mostrando a todos que o Cruzeiro tinha dono. Calejados e preparados para o mundo do futebol, os irmãos Perrella sabiam que o fino trato era dispensável naquele ambiente e conseguiram levar o time aos títulos e a vaga quase cativa nas disputas de Libertadores. 

Gilvan, apesar de saber sobre o caixa do clube e de conhecer cada funcionário, pouco sabe sobre as relações e vícios do convívio com o futebol. Apaixonado e sem o preparo que a bola exige, Gilvan deve se cercar de profissionais ‘rodados’, o que pode custar o cargo de Dimas Fonseca, atual responsável pelo futebol no clube. A paixão de Gilvan também pode causar um certo agito desnecessário no momento complicado do time em campo. 

Gilvan gostaria de poder contar com Luxemburgo ou Felipão para o comando da equipe e Vágner Mancini, atual treinador, terá apoio apenas verbal do novo presidente. 

Após quase duas décadas de praticamente um mesmo comando, os conselheiros do Cruzeiro votaram e colocaram no poder o ex-presidente do conselho e ex-vice de Zezé Perrella. Gilvan não tem a vivência de Zezé e não terá os jogadores que Zezé teve. O Cruzeiro estará nas mãos de um homem tido como simpático, sério, bom administrador e distante do mundo do futebol.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!