domingo, 9 de outubro de 2011

FLAMENGO vira o jogo contra o Flu com argentino desequilibrando

Quem foi ao Estádio Engenhão pôde assistir um dos principais jogos do Campeonato Brasileiro. Neste domingo, o Flamengo conseguiu uma virada incrível sobre o Fluminense, vencendo por 3 a 2, pela 28ª rodada.

O time rubronegro perdia até os 41 minutos do segundo tempo, quando a estrela de Bottinelli brilhou e o meia argentino marcou dois gols. 


COM ESSE importante resultado, o Mengo chegou aos 47 pontos e subiu para o quarto lugar, voltando a figurar na zona de classificação para a Copa Libertaodres. Enquanto isso, o Tricolor das Laranjeiras estacionou nos 44 e caiu para a sexta colocação.

Começou bem, mas depois...

O clássico começou bastante disputado, mas o Flamengo tinha mais posse de bola. Logo aos quatro minutos, Deivid deu grande lançamento para Thiago Neves, que pegou mal e mandou pela linha de fundo. Na sequência, foi a vez do lateral Mariano assustar, mas sem levar perigo ao goleiro Paulo Victor, que substituiu Felipe - vetado pelo departamento médico momentos antes da partida.

O Mengo chegava com mais frequência no setor ofensivo, mas pecava demais no último passe, principalmente nos cruzamentos. No entanto, quem criou a primeira grande oportunidade foi o Fluminense. Aos 15 minutos, Rafael Moura furou na hora da finalização, mas conseguiu se recuperar e bateu rente a trave. Na sequência, Deco dominou e arriscou. A bola passou assustando o goleiro Paulo Victor.

Aos poucos, o Tricolor das Laranjeiras passou a se soltar mais, enquanto o Flamengo sentia falta de Ronaldinho Gaúcho. Aos 32 minutos, Marquinho bateu de longe e Paulo Victor defendeu com segurança. Na sequência, Deivid recebeu lançamento, invadiu a área e bateu cruzado. Diego Cavalieri estava atento e fez grande defesa.

A partida era bastante truncada no meio-campo e os times arriscavam bastante de longa distância. Aos 39, Marquinho aproveitou cruzamento de Carlinhos e bateu forte. Paulo Victor estava atento e espalmou para escanteio. Até o final do primeiro tempo, Flamengo e Fluminense abusaram dos passes errados e não criaram mais nenhuma oportunidade.

Confusão
Após o fim do primeiro tempo, os jogadores do Fluminense reclamaram com o árbitro que o meia Renato teria dado uma cotovelada no atacante Rafael Moura. "Acabou o jogo e o Renato deu uma cotovelada nele", destacou Diguinho. "Foi o Renato. Todo jogo ele é o mais aparecido", confirmou He-Man. Essa não é a primeira vez que jogadores adversários reclamam do comportamento do meia rubronegro.

Após o jogo entre Flamengo e Corinthians, o atacante Emerson bateu boca com Renato na saída do gramado e disse que o meia sempre quer aparecer para os torcedores rubronegros. "Falei para ele colocar um abacaxi na cabeça", ironizou o atacante corintiano na época.

Valeu o ingresso...

O Fluminense voltou mais acordado para o segundo tempo e criou duas oportunidades no início. Na primeira, Marquinhos ganhou no jogo de corpo e bateu para defesa de Paulo Victor. Depois, Rafael Sóbis arriscou de longe e a bola saiu pela linha de fundo. Ao nove minutos, Leandro Euzébio dividiu com Deivid de cabeça e a bola quase entrou no ângulo de Paulo Victor, que tentou fazer a defesa, mas o bandeirinha já estava marcando escanteio.

Melhor na etapa final, o Tricolor das Laranjeiras abriu o placar aos 14 minutos. Marquinho roubou a bola e passou para Leandro Euzébio, que cruzou para dentro da área. Bem posicionado e livre de marcação, Rafael Sóbis apenas desviou de cabeça. Depois, o Flu quase ampliou. Marquinho cruzou o Sóbis desviou de cabeça para fora.

No entanto, aos 23 minutos o Flamengo deixou tudo igual. Após cruzamento para a área, a bola sobrou para Negueba, que bateu cruzado. Thiago Neves se esticou todo e conseguiu desviar de carrinho. O time rubronegro quase virou no minuto seguinte. Bottinelli arriscou de longe e Diego Cavalieri se atrapalhou todo, mandando para escanteio.

Após o empate, o Mengo cresceu na partida. Thiago Neves avançou pela esquerda e bateu cruzado. Diego Cavalieri se esticou todo e desviou pela linha de fundo com as pontas dos dedos. Na sequência, Welinton ajeitou para Negueba, que mandou por cima. A partida ficou bastante aberta e o Fluminense marcou o segundo aos 33.

Bottinelli afastou mal e a bola sobrou para Souza, que cruzou com perfeição na cabeça de Lanzini. O argentino subiu livre de marcação e desviou no ângulo de Paulo Victor. No entanto, aos 41 minutos o Flamengo chegou ao empate. Botinelli cobrou falta por cima da barreira, a bola acertou a trave e depois nas costas de Diego Cavalieri.

Quando parecia que o clássico iria se encaminhar para o empate, o Flamengo conseguiu a virada. Bottinelli arriscou de longa distância e estufou as redes do goleiro Diego Cavalieri, que pulou e não conseguiu alcançar. Depois do gol, o técnico Abel Braga reclamou com a arbitragem e foi expulso. Na sequência, Souza fez falta dura no meio-campo e recebeu o cartão vermelho.

Próximos jogos

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira contra o Palmeiras, às 21h50, no Estádio Engenhão, pela 29ª rodada do Brasileirão. No mesmo local, mas na quinta-feira, às 20h30, o Fluminense terá pela frente o Coritiba. Os dois são confrontos diretos por uma vaga na Libertadores. (Agência Futebol Interior)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

MANDA ver um comentário aí!